Queijo para os intolerantes à lactose

LactoseA lactose é um tipo de carboidrato, é a junção da glicose com a galactose. Ao ingerirmos lactose, nosso organismo separa a glicose da galactose, substâncias utilizadas para o metabolismo funcionar, e quem faz essa separação é a enzima chamada lactase. Algumas pessoas não possuem a enzima lactase, essa falta pode ser total ou parcial e quando isso acontece, gera a intolerância à lactose.
Muitas pessoas que sofrem com este problema gostam muito de alimentos que contêm alto teor de lactose, porém, a boa notícia é que além dos queijos sem lactose existentes no mercado, há também alguns queijos que, devido ao processo de maturação, acabam ficando sem lactose. De acordo com Marcelo Resende de Souza, professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), “quanto maior o tempo de cura de um queijo, menor a quantidade de lactose em sua composição. O fenômeno que explica esse fato é a degradação da lactose, causada pela enzima lactase presente, transformando-a em ácido lático. Portanto, quanto mais seco for um queijo, menos lactose ele terá”. Alguns queijos chegam a ter 0% da substância, como por exemplos, o queijo Grana Padano e o Parmigiano Reggiano, que levam dois anos para maturar.
Para fabricar o queijo são necessários, entre outros ingredientes, o fermento lático e o coalho. Entretanto, para a fabricação de queijos como o tipo suíço, roquefort, camembert, cheddar, emmental, entre outros, utilizam-se microrganismos com o objetivo de produzir as características marcantes destes queijos. Uma das principais funções das culturas bacterianas é fazer o processo da glicólise, que é a transformação da lactose em ácido lático, ou seja, elas consomem a lactose, reduzindo o teor de lactose de alguns queijos a quase zero.
Para pacientes que fazem dieta por causa da intolerância à lactose, o ácido lático não possui lactose, portanto, não causa nenhum efeito para essas pessoas. Por fim, os queijos que contêm teor muito baixo de lactose e que podem ser consumidos pelos intolerantes à substância são: brie, camembert, roquefort, cheddar, parmesão, prato e emmental, grana padano e parmigiano reggiano.
Portanto, os amantes de queijos que são intolerantes à lactose, podem consumir sem medo esses queijos, além de usá-los em receitas ou até mesmo como aperitivos.
tabela Fonte: Site Alimentação sem carne (http://goo.gl/AiOk7c)

 

Sobre a Allfood: No mercado desde 1996 e apresentando um forte crescimento nos últimos anos, a Allfood foi pioneira em trazer queijos importados e atualmente comercializa também frios, azeites, vinhos e produtos de mercearia. Além de importar e distribuir, a Allfood possui uma Unidade Industrial onde os queijos e frios são fracionados, dentro de um rigoroso controle de qualidade. Os produtos são embalados com atmosfera protetora, formada a partir de uma mistura balanceada de gases atmosféricos, que proporciona ao consumidor produtos sanitariamente adequados, com vida útil prolongada, sabor preservado e todo o frescor, como se tivesse acabado de ser fatiado.